08/03/09

Ñakyrã ha Tahýi

Arahaku aja Ñakyrã opurahéi ha Tahýi upe aja ombyaty hembi’urã.
Durante o verão a Cigarra cantou, enquanto isso, a formiga guardou sua comida. Oguãhẽvo araro’y, Ñakyrã iñembyahýi. Vokóike Tahýi rendápe oho avati ra’y ojerure ojepy’ajokomi haguã, araro’y ohasa aja. Quando chegou o inverno, a cigarra sentiu fome. Logo foi perto da formiga pedir grão de milho para comer durante o inverno. Tuicha pochýpe Tahýi oporandu: Muito raivosa a formiga perguntou: - Mba’éiko arahaku aja rejapo ra’e. O que fizeste durante o verão? - Mba’éiko ajapóta. Apurahéi. Ñakyrã ombohovái. O que fiz? Cantei. A cigarra respondeu. - Iporãite, he’i Tahýi. Arahaku aja repurahéi... Néi ãga araro’ýpe, ejeroky.
- Muito bem, disse formiga. Durante o verão cantaste. Agora dance.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguyjevete ne ñe'ë. Obrigada pelo teu comentário.