27/05/09

Pukarã - Piada

Pukarã Diploma - Peteĩ karia’y oporandu peteĩ karaípe: - Mba’éichapiko héra ne remiarirõ. Karai he’i ichupe: - Héra Diploma. Ha... mba’érepiko héra Diploma, oporandu jevy pe karia’ymi. - Ha... che rajýngo oho tava guasúpe ha oñemoarandu Mbo’eha guasúpe. Upépe oikuaa avei peteĩ karia’ýpe pya’evoi oikóva hendive. Are rire che rajy ojevy jevy ore rógape, peteĩ mitã’i ijyva ari, ha og̃uahẽvo ógape, he’íkuri chéve: - Ehechamína, papa, kóva ha’e che diploma. Um moço perguntou a um senhor: -Como se chama seu neto? O senhor respondeu: - Diploma. - E porque se chama Diploma perguntou outra vez o moço. - Ah... Minha filha foi para a cidade grande estudar na Faculdade. Lá conheceu um moço e logo foi viver com ele. Depois de um tempo minha filha voltou para nossa casa. com uma criança nos braços e chegando em casa disse-me: - Olhe, papai, este é meu diploma.
Kachíke ha mba’yrumýi puku - O caipira e o trem.
Kachíke itavývaicha, ikũ okápe, omuña peteĩ mba’yrumýi puku ha he’i oñanivo: - Chúku chúku, chúku chúku, chúku chúku, mamo oĩ tatatĩ oĩ so’o ka’ẽ. O caipira como louco, a língua de fora, perseguia um trem e correndo disse: - Chúku chúku, chúku chúku, chúku chúku, onde tem fumaça tem carne assada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguyjevete ne ñe'ë. Obrigada pelo teu comentário.