21/12/2010

Mafálda one’ẽ guaraníme. / Mafalda fala em guarani.




Marandu'i, mba'e'ahasambyky ha tembiasakue'i = tira, historieta, banda dibujada, cómic, case, bande dessinée, comic strip.

Mafalda: O mundo é como cinema, Miguelito.
E nós acabamos de entrar na matine da vida.
Miguelito: Acabou de passar uma pré-estreia.

Tradução: Cecy Fernandes de Assis

http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ID=BACC4EB17DA0C0D07223A0967&PAC_ID=18659&ESTRUTN1=0301&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=cecy+fernandes+de+assis&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&image2.x=19&image2.y=20

Mafalda é traduzida em 26 línguas, inclusive em guarani.
Mafalda: (Susanita, Felipito, Miguelito, Manolito, Guille e Libertad) Criação do cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado, Quino (1932), entre 1964 a 1973.
Mafalda nasceu em 15 de Março de 1962.
É uma menina genial, inquieta, terrivelmente irônica, rebelde, progressista.
Qualquer tema cotidiano é motivo para altas filosofias.
Mafalda é conhecida na América Latina e Europa.

20/12/2010

Guarani ñamongeta USPpe / Conversação em Língua Guarani na USP




Conversação em Língua Guarani na USP
Araka'e / Quando: 2011 - 1º sem. | Letras Clássicas e Vernáculas
Mbo'ehára / Ministrante:
Mario Ramão Villalva Filho.
Momarandu / Dados do Curso
Natureza do curso:
Difusão
Idiomas: Guarani
Público Alvo: Alunos de graduação, pós-graduação e interessados em geral.
Apopyrã / Objetivo:
Desenvolver competências comunicativas na língua guarani falada no Paraguai e em outras regiões do Mercosul, tais como o norte da Argentina, o oeste do Brasil e o sul da Bolívia.
Ñemoĩ / Programa:
1. Vocabulário de saudações e identificação.
2. Conversação sobre o cotidiano na sala de aula.
3. Linguagem formal e informal no cumprimento.
4. Vocabulário próprio de acordo com o gênero.
5. Localização de lugares e pessoas nas perguntas.
6. Ações cotidianas no turismo.
7. Solicitação de ações e gentilezas.
8. Utilização de partículas imperativas.
9. Vocabulário do corpo humano.
10. Grupos lexicais: fauna e flora.
11. Expressões relacionadas à família e à culinária.
12. Seminário sobre o uso cotidiano da língua.
13. Prova Oral.
Kuatiarehegua / BIBLIOGRAFIA
GALEANO OLIVERA, David A. Diferencias Gramaticales entre el Guarani y el Castellano: estudio contrastivo, y su incidencia en la educación. Asunción: Ateneo de la Lengua y Cultura Guarani, 1999.
GUASCH, S. J.; ORTIZ, Diego. Diccionario Castellano-Guarani / Guarani-Castellano. Asunción: CEPAG, 1986.
MELIÀ, Bartomeu. El Guarani Conquistado y Reducido. Asunción: CEPAG, 1997.
MOLINIERS, Pedro. Guarani Peteîha. Lecciones de Guarani 1. Editora Shica, 1981.
NAVARRO, Eduardo de Almeida. Método Moderno de Tupi Antigo: A língua do Brasil dos primeiros séculos. Petrópolis: Editora Vozes, 1998.
VERÓN, Miguel Angel. Ñañe'ẽmi Guarani. Asunción: Ediciones Zada. 2009.
ZARRATEA, Tadeo. Gramática Elemental de la Lengua Guarani. Asunción: Marben, 2002.
Hi'are/ Carga horária:
Horas: 30.00
Vagas: máximo: 30 alunos, mínimo: 5 alunos.
Para fazer jus ao certificado de extensão o aluno precisa ter o mínimo de 85% de presença e nota 5.
Tekove reko / Coordenação:
Prof. Dr. Eduardo de Almeida Navarro, da FFLCH/USP.
Mosẽmbyre / Promoção:
Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas, da FFLCH/USP.
Ára aty ha mbo'eha / Períodos e Turmas
Início e fim da aula: 11/03/2011 - 10/06/2011
Horário das aulas: Sexta-feira, 17:00 às 19:00
Local das aulas: à definir.
Rei / Gratuito.
Terarenda / Matrícula
Início e fim da matrícula: 15/02/2011 - 28/02/2011
Mba'e tee / Detalhes:
Matrícula pelo sistema Apolo das 00h00min às 23h59min ou presencial.
• Não efetuaremos matrículas fora do prazo estipulado.
• Não efetuaremos matrícula por telefone e e-mail.
• A matrícula será feita por ordem de chegada.
NOTA
No momento estamos reformulando o nosso site. Aguarde maiores informações.

18/12/2010

Mafálda / Mafalda 3

http://guaraniportugues.blogspot.com/


Tembiasakue'i, mba'e'ahasambyky, marandu'i = Tira, historieta, banda dibujada, cómic, case, bande dessinée, comic strip.

Ehechapa, / Vejam, / ¿Ven?
Ko'a ijururyru amombe / este é um palito / ese es um palillo
Kuaa rapo mbo'e haguã /. Para amassar ideologias. / para abollar ideologías.

Tradução: Cecy Fernandes de Assis

 http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ID=BACC4EB17DA0C0D07223A0967&PAC_ID=18659&ESTRUTN1=0301&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=cecy+fernandes+de+assis&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&image2.x=19&image2.y=20

Mafalda é traduzida em 26 línguas, inclusive em guarani.
Mafalda: (Susanita, Felipito, Miguelito, Manolito, Guille e Libertad) Criação do cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado, Quino (1932), entre 1964 a 1973.

Mafalda, nasceu em 15 de Março de 1962.
É uma menina genial, inquieta, terrivelmente irônica, rebelde, progressista.
Qualquer tema cotidiano é motivo para altas filosofias.
Mafalda é muito conhecida na América latina e Europa.
.

17/12/2010

Pimpinela, mbói hãi’ỹva


Kuatia ñe'ẽ teko mba'eapo: CFA / Livro artesanal: Cecy Fernandes de Assis

Tradução: Cecy Fernandes de Assis
Haipyre: Ndojekuaái Ijapohare / Texto: autor desconhecido

Dicionário Guarani / Português:
 http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ID=BACC4EB17DA0C0D07223A0967&PAC_ID=18659&ESTRUTN1=0301&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=cecy+fernandes+de+assis&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&image2.x=19&image2.y=20


Ojapóvo apu'apo tuicháva / Fazendo bolas enormes
Ichíkle reheve / com sua goma de mascar
Pimpinela, iporãite, / Pimpinela, muito linda,
Osẽmi oguata jahávo / saía a passear.
   
Ára jerembotýpe / Nas festas de aniversário
Ohómi horyete / ia toda contente
Ha upéicha heta jevy, ho'umi heta mba'ehe'ẽ / E assim muitas vezes, comia muitos doces
Ho'umi jey'urãhe'ẽ / bebia refrigerante.
   
Peteĩ mitãicha / Como algumas crianças,
Noñangarekói hãikuéra, / não cuidava de seus dentes,
Hesaraimi mosỹhagui / Esquecia-se da escova
Ijarýi ome'ẽrei ichupe / que sua avó deu-lhe de presente.
   
Peteĩ ára, upéicha sapi'aite / Um dia, assim de repente,
Pimpinela ojuhu / Pimpinela descobriu...
Peteĩ hãi iporãva / um dos seus lindos dentes
Puft ... Puft... Rei, rei ohãitykapa / Sem mais nem menos, caiu. 
Ha voíta ambue kuéra ohãitykapa avei, / E logo outros caíram também,
Ohejávo Pimpinela / deixando Pimpinela
Tãi'ỹrete jurúpe / sem um dente na boca.

Ko'ãga ha'e peteĩ mbói hãi'ỹva. / Agora ela é uma cobra banguela.
Ambue kuéra ka'aguy mbói / As outras cobras do bosque
Ohechaukávo ñemohãimbiti jurúpe / Mostrando os dentes da boca,
Opukápa ohechávo Pimpinela / Riam vendo Pimpinela
Ho'únte juky / Apenas tomando sopa.
   
Mbói rãi'ỹre ndosu'úi / Cobra sem dente não morde
Avei nomondýiri avave / Também não assusta ninguém,
Omo'ãi upéicha, Pimpinela / Pensando assim, Pimpinela
Oñongatu nde pirapire sa'i sa'i / Guardou vintém por vintém.

Ha pirapire voko pype / E com dinheiro na bolsa,
Ha'e gua'u hína peteĩ apohara ha'ete / Fingindo ser uma artista,
Oho amombe'u ipo'a'ỹ / Foi contar o sua má sorte
Iñirữ tãipohãnoharã / A seu amigo dentista.
   
Ko'ãga, jevy horyete / Agora, de novo, contente
Hory jepéva, ha'e oimo'ã / Tão feliz, ela jura:
Omosỹi va'erã memetegua / Vai escovar para sempre
Hãijoapy iporãva / Sua linda dentadura!

14/12/2010

2 - Mafálda one’ẽ guaraníme. / Mafalda fala em guarani



Iporã, che ha'ese kóva / Bom, quero dizer isto!
Mamópa nãnepyrữ omuaña ko tetã tenondépe. / Por onde começaremos a empurrar este país para frente?
Tradução: Cecy Fernandes de Assis
 http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ID=BACC4EB17DA0C0D07223A0967&PAC_ID=18659&ESTRUTN1=0301&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=cecy+fernandes+de+assis&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&image2.x=19&image2.y=20

Mafalda é traduzida em 26 línguas, inclusive em guarani.
Mafalda: (Susanita, Felipito, Miguelito, Manolito, Guille e Libertad) Criação do cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado, Quino (1932), entre 1964 a 1973.
Mafalda, nasceu em 15 de Março de 1962.
É uma menina genial, inquieta, terrivelmente irônica, rebelde, progressista.
Qualquer tema cotidiano é motivo para altas filosofias.
Mafalda é conhecida na América Latina e Europa.
Marandu'i = tira, historieta, banda dibujada, cómic, case, bande dessinée, comic strip.

13/12/2010

Mafálda one’ẽ guaraníme. / Mafalda fala em guarani




Mafalda é uma criação escrita e desenhada pelo cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado, Quino (1932), entre 1964 a 1973.
As histórias, apresentam uma menina (Mafalda) preocupada com a Humanidade e a paz mundial. Ela se rebela com o estado atual do mundo. Mafalda é conhecidíssima na América Latina e Europa.
 http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ID=BACC4EB17DA0C0D07223A0967&PAC_ID=18659&ESTRUTN1=0301&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=cecy+fernandes+de+assis&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&image2.x=19&image2.y=20

Tradução: Cecy Fernandes de Assis
Mafalda: O que tu estás recortando do jornal?
Mãe: Uma receita.
Mafalda: É coisa gostosa?
Mãe: Sopa de peixe.
Mafalda: Abaixo a liberdade de imprensa!


22/11/2010

Brownie



http://www.youtube.com/watch?v=K7ePbyCXX7Q

http://www.livrariaresposta.com.br/v2/produto.php?id=145402

Brownie
Mbovy / Quantidade: 16 brownies

Mba'emba'épa oguereko / Ingredientes
  • 140 g chokoláte ombo'ipyre / 140 g de chocolate cortado,
  • 113 g kamby kyra juky'ỹ / 113 g manteiga sem sal,
  • 30 g chokoláte ku'i / 30 g de chocolate em pó,
  • 200 g asúka / 200 g de açúcar,
  • 1 ygua kuimbe vanila / 1 colher de chá de extrato de baunilha,
  • 3 Ryguasu rupi'a guasu / 3 ovos grandes,
  • 95 g avati mirĩku'i / 95 g de farinha de trigo,
  • Juky vore michĩ / Uma pitada de sal,
  • 125 g chokoláte apu'a / 125 g de chips de chocolate.

Mba'éicha ojejapo / Como fazemos
  • Ajatapy tatakuápe. Akuporãme (150°) / Acenda o forno, temperatura ideal (160°).
  • Añemoñandy'imi peteĩ tatakua ña'ẽmbe (20 x 20) / Unte uma forma de, mais ou menos, 20 X 20 cm.
  • Añembojehe'a porã porã chokoláte ombo'ipyre ha kamby kyra mba'yrúpe / Misturar o chocolate e a manteiga em uma tigela.
  • Amoĩ, pe mbojehe'apy oñembosako'íva, y opupu japepo ári. Oñembojehe'a porã / Colocar, a mistura que foi preparada, sobre uma panela de água fervendo. Misture bem.
  • Oñenohẽ tatágui ha embojehe'a chokoláte ku'i ha asúka / Tira-se do fogo e misture o chocolate em pó e o açúcar.
  • Amoĩ vanilla ha amoĩ ipyte ryguasurupi'a peteĩteĩ / Acrescente a baunilha e os ovos, um a um.
  • Oñembojehe'a porã / Bata bem.
  • Oñemoĩ upe avati mirĩku'i , juky ha chokoláte apu'a / Ponha a farinha de trigo, sal e chips de chocolate.
  • Upe rire oñemoĩ peteĩ mba'yru oñemoĩngéma haguã katakuápe - Em seguida coloca-se em uma assadeira para ser posto no forno (30minutos, mais ou menos).
  • Ani okái / Não deixe queimar.
  • Ka'ẽ porã vove, naguenohẽ ha ojeheja ho'ysã haguã / Depois de bem assado, tiramos do forno e deixamos esfriar



18/11/2010

Frases – Ñe’ẽjoapy


 Dicionário Guarani Português, Português Guarani:


http://www.blogger.com/goog_975765145


 
"Andureko jukaha, heta ambuekuéra andureko apytépete, oguereko hyepýpe yvypóra. Oho ojopogui: yvypóra ha mano, yvypóra ha py'ahatã, yvypóra ha tuguy. Ndaha'éi iporãmbáva, jepe ha'e añetegua." Roberto Bolaño
"O instinto assassino, entre muitos outros instintos, é próprio do ser humano. Andam de mãos dadas: Homem e morte, homem e crueldade, homem e sangue. Não é bom, embora seja verdade."
"Py'apy ñe'ẽ ha'e peteĩ jagua ohejáva jahasa, jepevénte ndaikatui jajoko iñaro."
Nicolas de Chamfort
"A consciência é um cão que não nos deixa passar, mas que não podemos impedir que ladre."
"Aranduveterekohára ha'e peteĩ hesatũva koty iñypytũvápe ohekava peteĩ mbarakaja hũ ndaipóriva upépe. Peteĩ tupãrekokuaáva ha'e pe ojuhúva." H.L. Mencken
"Um filósofo é um cego em um quarto escuro que procura um gato preto que não está lá. Um teólogo é o homem que o encontra."
"Yvyporakuéra ndopoyhúi hapichakuérape, ndopoyhúi haícha avei ijupe tee." Leon Trotsky
"Os homens não têm muito respeito pelos outros, mas também têm pouco até por si próprios."
"Yvyporakuéra, ha'e umi ovechaícha, omuña akointe hendotapavẽpe , jehureípe iporãhagotyo." Alexander Chase
"Mitãkuera ojuhu opa mba'e mba'evépe, ha kakuaáva katu ndotopai mba'eve opa mba'epe." Giacomo Leopardi
"As crianças encontram o todo no nada, os homens não encontram nada no todo."

03/11/2010

Ricos y Sabrosos - 12/06/2008 2da parte

http://guaraniportugues.blogspot.com/ Dicionário Guarani / Português, Português / Guarani.

01/11/2010

Prometeo rehegua jevy – Algo mais sobre Prometeu



 Ta'anga: BABUREN, Dirck van. Prometeu sendo acorrentado por Vulcano.
Óleo sobre tela, 202×184 cm. Amsterdam: Rijksmuseum, 1623.


Prometeo rehegua jevy – Algo mais sobre Prometeu
Javier Viveros, Paraguay, Apokuaaha informátiko ha kuatia apoha / Engenheiro informático e escritor.

Hesíodo niko hembiapo heta ha hembiapo pohýi tapia, upéicha rupi omombe'u michĩmínte upe titan (titã) joheipyre rembiasakue.
Eram tantos os trabalhos de Hesíodo e sempre tão pesados seus dias que pode narrar apenas uma parte da historia do mais honrado dos titãs.
Omonda haguére umi yvateguágui tata, Zeus osẽ he'i oñenkadena (oñeñapytĩ) haguã Prometeope Káukaso Yvytýpe, tove upépe ko'ẽreíre to'u ichugui hi'ígado (imby'a) peteĩ taguato.
Hi'ígado (imby'a) ningo arakuépe okakuaa jevy ha ko'ẽmbamívonte ojevyjevýma upe taguato ombojahúvo titan (titã) ruguýpe iñakã morotĩ.
    Por roubar o fogo dos deuses, Zeus ordenou que acorrentassem Prometeu ao Monte Cáucaso, e que uma águia devorasse seu fígado a cada manhã.
Seu fígado crescia, outra vez, durante o dia e com a alvorada voltava a águia a se ensopar de sangue titânico a imperial e branca plumagem de seu cabeça.
Mba'e nda'ijojahávainte ako ipíko (iguyratĩ) akuaite asy omondoro ypýramo guare Prometeo pire ha ho'u ichugui hi'ígado (imby'a). Hetereíntemako upéva upe ígado (mby'a). Umi osẽpyahu jevy va'ekue ndohupytyvéima ígado (mby'a) ypykuépe.
    A primeira vez que seu poderoso bico rompeu a pele de Prometeu e comeu seu fígado foi a melhor. Definitivamente. O fígado mais puro e delicioso. Muito superior aos renascidos.
Upe taguatópe avei Zeus rovatavy olalávonte(?) oikóva oumi okatiga (ohavira), ndajeko hembiapo vai avei ra'e. Jeko orambosa va'erã ra'e titan (titã) ígadokuégui (mby'akuégui), péro ndohechaukái ho'uheha, oñesenti nipo hína ra'e upérõ.
    Esta águia também havia sido castigada pelo colérico e irritável Zeus, por algum peccata minuta. Devia tirar o jejum com o fígado do titã, mas não comia com prazer, era sua penitência.
    Aremi rire, taguato oúma ohechakuaa, ho'u jave hína, umi ígado (mby'a) osẽpyahu jeýva. Lunekuegua (Arateĩkuegua) iro, ojejapo rehe peichapéichante, tovapukúpe.
Com o tempo, a águia aprendeu a identificar, pelo sabor, os fígados que se formavam. (O fígado) das segundas feiras era amargo, construído com magia displicente.
Martekuegua (Arapokõikuegua) katu ipiru ikã ha hyakuã yvy.
(Os fígados) das terças-feiras eram secos e tinham gosto de terra.
Miérkole (arapy) ha xuevekuegua (arapokuegua) katu Prometeo oñeha'ãmbaite ha oikuave'ẽ peteĩ ígado (mby'a) ikyra ha hykue tuguy asýva, píkore (guyratĩre) oja haguéntema hetereivoi.
Nas quartas e quintas, Prometeu se esmerava e servia um fígado gorduroso e sanguinolento, de sabor muito amistoso para com o bico da águia.
Umi ambue árape katu osẽ umi hígado ivai ha ndahéi koróchova.
Nos outros dias saiam fígados ruins e não tinham sabor ou de sabor áspero.
    Prometeo ha taguato ou upéichape ojepokuaa ojuehe ha oñontendéma (oñekuuáma) voi avei, ha'ekuéra ohechakuaáma oñekondena jojaha ipy'ajerévo ko'ẽreíre.
Prometeu e a águia haviam acostumado-se um ao outro, entendiam também que estavam condenados a repetir essa cena ad nauseum.
Peteĩ pyharevépe taguato he'i titanpe (titãme) orákulo he'ihague Hérkules oguenohẽtaha itasã poguýgui Prometeope. Ombovy'a ichupe upéva, hi'ígado ndovy'áiva upeichaite peve.
Uma manhã a águia disse ao o titã que o oráculo anunciava que Hércules iria libertá-lo de suas correntes. Prometeualegrou-se, seu fígado nunca esteve melhor.
––Reikuaápa Hérkules ––ko'ẽreíre oporandu, higado'ỹ (imby'a) rehevema.
–– Sabes algo de Hércules? –– perguntava cada manhã, já sem o fígado.
Ahendu oikoha hikóni hembiapo kintohárema (pohárema), oikóje upérupi omopotĩ kora, he'íjepi sapy'apy'a upe taguato.     
Ouvi que anda pelo seu quinto trabalho, está por ai limpando estábulos, dizia a águia algumas vezes.
Oikóje ojuka guyra, he'íma katu sapy'ánte taguato ha upéi okirirĩ ha hesáre ojekuaa ovy'aha, oikuaa rehe iñaguimaha upe ára mokõivéva isãsóvo Heracles rehe ae.
Anda matando pássaros, dizia a águia em outras ocasiões e logo calava e em seus olhos percebia-se um sentimento ambíguo, porque sabia que já se aproximava o dia que ambos seriam libertados por Hércules.
Prometeo hasypeve ojehekýita itasã kakuaaitégui ha taguato retére ovandéata peteĩ hu'y ombovótava mbytépe hekove péro (ha katu) ombopahátava upe katígo (havira) vaiete.
Prometeu seria liberado de suas correntes e a águia receberia em seu corpo uma flechada que acabaria a sua vida, mas acabaria de vez com o infame castigo.

Hesíodo - Poeta da Grécia Antiga. Nasceu, viveu e faleceu em Ascra, no fim do século VIII a.C..
Prometeu (etim. = antevisão) Acorrentado – É uma tragédia grega. Faz parte da trilogia composta pelas tragédias: Prometeu acorrentado, Prometeu libertado e Prometeu portador do fogo. Destas foi a única que permaneceu. A história foi teatralizada pela primeira vez por Ésquilo no século V a.C. Chamava-se Prometheus desmotes (Prometeu Agrilhoado/Acorrentado).
Prometeu rouba o fogo divino para dá-lo aos homens. Como castigo a Prometeu, Zeus ordenou a Hefesto que o acorrentasse no cume do monte Cáucaso. Ali, todos os dias, uma águia dilacerava seu fígado que, todos os dias, regenerava-se. Esse castigo devia durar 30.000 anos.
Para os mortais, o castigo foi menor. Foi determinada a criação de um ser à imagem e semelhança das deusas imortais que dará um presente em nome dos olímpicos aos mortais. Epimeteu, irmão de Prometeu, recebe o presente. Ao abri-lo, deixa escapar todas as maldades do mundo. Consegui reter apenas a esperança.



30/10/2010

Avañe’ẽ mbohasaha internétepe- Tradutor de Guarani online


Dicionário Guarani | Português, Português | Guarani:

Avañe'ẽ mbohasaha internétepe- Tradutor de Guarani online
Ehechami ko'ápe / Olhe aqui: http://www.iguarani.com/
Mongakuaaha / Desenvolvedor: Diego Alejandro Gavilán
Tetã / País: Paraguay, Colegio Técnico Nacional de Asunción
Ñe'ẽ / Palavras: 6135
Heta oñeporandúva / Fontes: Ñe'ẽryru, Natalia Krivoshein de Canese y Feliciano Acosta Alcaraz; Diccionario Castellano -Guaraní, Guaraní - Castellano, Anotonio Guasch, SJ y Diego Ortiz, SJ; Diccionario Guaraní, Editorial Pegasus.
Ohai /Texto de: David Galeano Olivera - Ateneo De Lengua Y Cultura Guarani
Péicha ko mitãrusu ohechauka opavavépe mba'éichapa ikatu ñamba'apo ñane Avañe'ẽre.
Assim esse jovem mostra a todos como é possível trabalharmos por nosso guarani.
Ko ñe'ẽngueryru, oĩmava ñandutípe, oipytyvõtava hetaiterei tapichápe, heta jevy oikotevẽva peichagua tembipurúre omyasãi haguã taha'eha'éva marandu, Guaraníme.
Este dicionário, que está na internet, que ajudará muito as pessoas e outros tantos que precisem de uma ferramenta assim para difundir, digam o que digam, notícias em guarani.
Tekotevẽ jahechakuaa Diego Gavilán rembiapo, ndaha'éiva vyrorei térã peichapéichante ikatúva jajapo.
Precisamos reconhecer o trabalho de Diego Gavilán, que não é uma coisa à toa, só assim é que podemos fazer.
Ko mitãrusu heta omba'apókuri ko mba'e rehehápe ha péina ko'ãga ohechaukáta opavavépe hembiapo rapykuere.  
Este menino trabalhou muito neste projeto e agora demonstra para todos seu trabalho.

29/10/2010

Apresentação do livro Perurima


Dicionário Guarani | Português, Português | Guarani:
http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ESTRUTN1=&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=cecy+fernandes+de+assis&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&image2.x=22&image2.y=10


Perurima - Miguelángel Meza
Teatro mbyky mbyky – Versión Bilingüe
Dibujo de tapa: José María Benítez
http://www.portalguarani.com/obras_autores_detalles.php?id_obras=8211
Perurima é um personagem da literatura popular do Paraguai.
Equivalente ao Pedro Malasarte na literatura de origem portuguesa.
Pedro Urdemales na literatura de origem espanhola.
E os tricksters (trapaceiros) na literatura de origem inglesa.
E muitos animais, principalmente o macaco, na literatura indígena do mundo todo.

À Maneira de prólogo
Modesto Romero Cueto
Ymaitereiguivéma ñane ñe'ẽporãhaipyre rupi ñahendu, ha ko'ãga ojehai ha añemoñe'ẽma avei, Káso Ñemombe'u Perurima rehegua. Peteĩ avajepigua'ỹ hekovesỹẽva'ekue tetãnguéra kerayvotýpe, oñemomba'ejevy haguã ñane retãnguéra reko asykue.
Há muito tempo, por meio de nossa literatura, escutamos e agora também se escrevem e se leem, os Kaso Ñemombe'u referentes a Perurima. Um personagem que nasceu nos sonhos do povo para reivindicar a opressão do nosso povo.
Perurima heta mba'e oguereko, ikatypyry (arandu ka'aty), imorombi, ha'eveiterei, ha ojeguereko tekoverusuikoéicha ñe'ẽporãhaipyre tetã mba'épe. oñembotavykuaamíva oimo'auka haguã heko tavy ha ipituvaha gua'u, ágã iñaputu'ũ omba'apo pya'eitereígui akõinte osẽva tenonde oimeraẽ apañuãigui.
Perurima tem muitas coisas, é ardiloso, engenhoso, esfomeado, inteligente, é um herói da literatura popular (do Paraguai). Sabe fingir muito bem seu jeito de bobo e ingênuo, mas, sua mente trabalha muito rápida, e sempre sai na frente de qualquer confusão.
Tetãnguéra oñemoha'ãnga hese umi Káso Ñemombe'úpe, ha upéva ha'e peteĩ ñe'ẽmondo umi mburuvicha, poguasu, imba'eheta térã oñemombaretesévape guarã, ani haguã oñembohory, o'apo'i térã oporomondyise gua'u, oguahétaha peteĩ ára ikatútaha okapu hesekuéra imba'e vai apo. Cháke upéicharõ!
O povo se personifica nos Kaso Ñemombe'u, e estes são uma mensagem às autoridades, aos poderosos, aos ricos, ou para aqueles que por meio da força querem governar seu povo, e que não se iludam, ou os menospreze, porque chegará o dia que poderão explodir contra eles e seus feitos perversos. Cuidado então!

Ágã, umi Káso Ñemombe'u ojoavy umi España ñe'ẽmeguágui oje'éva Cuento. Kóva oñemombe'úgui oparupigua tetãnguérare (techapyrã: Caperucita Roja, Pinocho, ha mba'e) ha Kasokuéra Ñemombe'u, avajepigua'ỹ Perurimaichaguáva, oñenombe'u paraguái mba'ekuaa reko apytépente, ijapohárape ndojekuaaporãi, ágã oje'e Paraguái ra'yeteha.
Mas os Kaso Ñemombe'u variam dos contados em castelhano que se chamam conto. Porque os Contos se contam em todas as nações (exemplo: Chapeuzinho vermelho, Pinóquio etc.) e os Kaso Ñemombe'u, com o personagem de Perurima, se contam somente na área da cultura popular Paraguaia. O seu autor é desconhecido, mas dizem que é um verdadeiro filho do Paraguai.
Pe porandu ikatúva ojejapo ko'ãga he'i: Mba'épa pe ipyahumíva ikatúva ojejuhu ko tembiapópe. Ha mbohovái noñeha'ãrõykái: Káso Ñemombe'úgui oñembohasa Ñoha'ãngápe. Ko'áğa oñemoñe'ẽtagui mokõi térã hetave tekora'ãha oñondive. Upéicha ojejapógui ñoha'ãngápe. Ndaha'emo'ãvéima peteĩ mba'e ñemombe'upýva haihararãnte. Oñemoha'ãngáta tapicha añeteguaite rekove rupi, hembipota térã heko asykuéra ndive, ombohovake ha omoañetétava ñembohovái rupi ombo'ypýta hekovekuéraite.
A pergunta que podemos fazer agora diz: Qual é a novidade que se poderá encontrar nesta tarefa? E a resposta não se faz esperar: de Kaso Ñemombe'u passou ao teatro. Porque agora dialogarão dois ou mais personagens juntos. Porque é assim que se faz teatro. Já não será um conto narrado apenas pelo autor. Representar-se-á se por meio de seres vivos, com seus desejos e conflitos, e na luta eles darão origem a suas próprias vidas.

Ha ápe Miguelángel Meza ombopyahujevýta ñane ñe'ẽporãhaipyre, Ñoha'ãnga rupígui Perurima oñemoha'ãngáva'erã, ha upeva'erã oñeikotevẽ irundy mba'ére tekotevẽitereíva:
1°: Kuimba'e reko ryepy: Ojehechávo ha'eteguivénte, tetia'e, mborayhu ha hembipotakuéra ivai ha iporãva.
2º: Temiandu ñembohovái: Oñemoñemuña ñembohovái, peteĩ mbarete ambue mbarete ndive.
3º: Tembiapo: Upe tembiapógui hekoveséva, ha upe tembiapo rupínte hekove ryepy ojeikuaaukáva.
4º: Ijapýra: Ko tembiapo tekoporãmbo'e ohupytyséva, opaite ára hesahova'erã hese, ohupyty haguã mba'e porãvante, ha ohechaukáva tembiapo paha, taha'e jehasa'asy ha tapere peteĩva mba'epota ñembohováipe, térã oñembokupytývo hekopeite umi mba'epota.

E aqui Miguelángel Meza renovará nossa literatura, porque no teatro Perurima deverá ser representado, e para esse fim, segundo Calixto Oyuela, precisamos dos quatro elementos fundamentais:
1º: A vida interior do homem: considerado individualmente, seu bom humor, amores, desejos do bem e do mal.
2°: O conflito: criado pelo antagonismo e a luta deles um com os outros.
3°: A ação: que desde que esse conflito nasce e através da qual a vida interior unicamente se manifesta.
4°: O fim: o trabalho teatral que se quer alcançar, o tempo todo, tem como alvo o desejo do bem, e que mostra o fim da ação, seja pelo sacrifício e ruína de um dos anseios em luta, ou por harmônica união das mesmas.
Miguelángel Meza, ko tembiapópe, ombohepy ha omongakuaave ñane ñe'ẽporãhaipyre, ichupe ğuarã che aguyje chembojeroviávo ko tembiapo ñe'ẽ ñepyrũrãitépe.
Miguelángel Meza, com este trabalho, valoriza e engrandece mais nossa literatura, a ele os agradecimentos pela confiança depositada em minha pessoa para começar esta tarefa.

15/10/2010

Rudyard Kipling - Guaraníme


Ohai: David Galeano Olivera

 Ta'anga:Melinda Englebrecht

Dicionário Guarani | Português, Português | Guarani:

Joseph Rudyard Kipling nasceu no dia 30 de dezembro de 1865, cidade de Bombay, na Índia.
Haihára ha ñe'ẽpapára Gran Bretañaygua. Ohai opaichagua ñemombe'u mitã ha kakuaávape guarã, avei ohai ñe'ẽpoty.
Escritor e poeta britânico. Escreveu numerosos contos para crianças e adultos, também foi romancista e poeta.
Itúva hera'akue John Lockwood Kipling ha isý katu Alice Kipling.
O nome do seu pai era John Lockwood Kipling e de sua mãe Alice Kipling.
Hekove pukukuépe hetaiterei mba'e ohai ha umi hembiapokue ojekuaavéva apytépe oĩ umi ñe'ẽpoty ha tembiasa gua'u.
Entre as numerosas obras deste prolífico escritor encontram-se poemas e romances.
Mandalay - (1892),
Gunga Din - (1892)
If - Se. (1895).
The Jungle Book - O menino lobo (1894).
Kim - (1901)
The man who would be king (1888) - O homem que queria ser rei.
Heta hembiapokue oñembohasa ta'ãngaryrýipe.
Muitas obras suas foram filmadas.
         Opavave ohechakuaa ha ohecharamo Rudyard Kiplingpe hekovepotĩ ha hembiapoporãitáre.
Rudyard Kipling foi uma pessoa admirada por suas virtudes pessoais e literárias.
Ñe'ẽpaparaháicha heta jopói oñekuave'ẽ ichupe ha opavavégui ojehehýi. Ipahápe, ary 1907pe, oipyhy pe jopói tuichavéva hérava Premio Nobel de Literatura.
Como poeta recebeu muitos prêmios e distinções, os quais ele sempre recusou. Apenas em 1907 aceitou o Prêmio Nobel de Literatura.
Orekórõ 26 ary, Rudyard Kipling omendákuri Carrie Balestier rehe ha hendive mbohapy iñemoñarékuri (Josephine, Elsie ha John). Kipling omanókuri ára 18 jasyteĩ ary 1936-pe, táva Londres, Inglaterra retãme.
Aos 26 anos, Rudyard Kipling casou-se com Carrie Balestier e dessa relação naceram três filhos (Josephine, Elsie y John). Kipling morreu no dia 18 de janeiro del 1936, em Londres, Inglaterra.
   
Ani ndepy'akangy - Não desistas
Rudyard Kipling
Ohai: David Galeano Olivera

Opa mba'e ohovaivejavérõ ndéve, ojehuháichajepi
Nde rape ijetu'úrõ reguata jave tenonde gotyo
Sa'imi reguereko jave ha hetápe reme'ẽva'erã
Ha nerasẽrãngue, repukavyva'erã jepémo gua'uhápe
Mba'asy vaieta ojapyhýrõ nde rete ha nereme'ẽiveijavérõ
Repytu'ukuaa sapy'áite, ágãkatu nereñeme'ẽiva'erã araka'eve
Iñipytữva kupépe, upe hesakã'ỹva oĩháme,
Oĩkuaa upe mba'e porãite ymaite guive rehekáva
Upévare nahi'ãi reñembotavy térã
Rehechakuaava'erã hi'aguĩetereiha ndehegui upe nde kerayvoty
Ku ñepyrurãme imombyryeteva'ekue ndehegui
Eñorairõ, aníke reñeme'ẽ jepémo upeichahápe nde rete ha ne ñe'ã rasy
Ivaivejavérõ, ñañeha'ãveva'erã ñane rembipotáre.
Ivaivejavérô, ñañeha'ãveva'erã ñane rembipotáre.

Não desistas


Quando tudo vai de mal a pior, como ocorre às vezes,
Quando o caminho que trilhas tem mágoas e revezes,
Quando o dinheiro é pouco e as dívidas são altas,
Quando tu queres sorrir e em dor te sobressaltas,
Quando o medo te oprime e a esperança mal avistas,
Então descansa um pouco, sim, mas não desistas.
Que o sucesso ou fracasso não te iludam jamais!
Quando em vez de te abrir te fechas ainda mais,'
E o cinzento doentio das nuvens te amargura,
Se nos olhos não vês amor nem ternura,
E tudo o que tens perto te parece afastado,
Então, enfrenta a luta, mesmo triste e magoado,
E se alguém te disser com pena: "Não resistas"
Outra voz gritará, mais forte: "Não desistas" 

01/10/2010

Karai oktúbre ha jopara - O Senhor Outubro e o jopara


http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/karai-octubre-y-jopara
davidgaleanoolivera@gmail.com
ateneoguarani@tigo.com.py


Ko 1º. jasypa, ñane retãme ojegueromandu'ajevýta peteĩ jepokuaa mbarete ojaitypóva ha opavave oikuaáva. Upeichaite, oñepyrữvo ko jasypa, osẽta ka'aguýgui peteĩ ava imba'ekuaáva hérava Karai Octubre. Kuimba'e oikóva pynandi, hovasy ha oñemonde Paraguáiva: akão kapi'i ha avei oguerekóva peteĩ tejuruguái ipópe.
No dia 1º. de outubro, revive-se no Paraguai uma tradição forte e arraigada e conhecida de todos. Assim, com o inicio do mês de outubro, sairá da floresta uma personagem mítica chamada Senhor Outubro. Homem descalço e de cara muito séria, vestido como um agricultor paraguaio; com um chapéu de palha e carregando um desafiante chicote de cipó nas mãos.
Opavave jaikuaa jasypápe ojehasa'asyha oparupiete ha upéi ae yvy oñepyrữjevytaha ome'ẽ opaichagua temitỹ: avati, mandi'o, yva ha ambuéva. Jasypápe ndaiporiguasuvéima hi'upyrã. Umi oñembosako'iva'ekue añoite ikatúta ombohovái hekopete ko'ã ára vai. Upégui ou peteĩ jepokuaa tuja he'íva ojejapova'erãha peteĩ tuicha ha héva jopara ha ipype oñemoĩva'erãha locro térã locrillo ha heseve kumanda ha avei kurapepẽ, sevói, tomáte, kuratữ ha kesu paraguái. Umíva oñembopupu are porã ha, ágã oĩmbávo, oikóta ichugui pe tembi'u ojehecharamove ha hevéva ñane retãme.
Todos sabem que outubro passa-se muita dificuldade, antes que a terra comece a produzir, outra vez, seus frutos: milho, mandioca, frutas, etc.. Em outubro não há muitos produtos comestíveis. Somente os que são previdentes poderão sobrepujar os tempos ruins. Dai vem a tradição antiga de preparar um suculento e abundante jopara usando como ingredientes, os quase únicos produtos disponíveis: o locro (cozido de milho seco), locrilho (cozido de milho verde) e o feijão; que acompanhados de verduras: abóbora, cebola, tomate e coentro e muito queijo Paraguaio. São fervidos por várias horas até que, pronto, se converta em um dos pratos típicos mais apreciados e deliciosos do país.
Pe ñembopupu niko ojejapo peteĩ japepópe -kuarepotígui ijapopyréva- oñemboguapýva tatapỹi térã jepe'a akuporãva ári. Jopara apo niko oñepyrữ kuarahy resẽre. Ijyképe avei oñembopupu mandi'o ojepurútava tembi'u týraramo. Upe árape, okaháre, jajuhúta opaite oikóva peteĩ ogapýpe, asaje jave, oñemboja ha oguapyha oñondivepa ha okaru tuicha porã hikuái, hyvatãmbóte peve. Péicha jeko oñembohovaiva'erã ko jasy ijetu'úva.
O cozido se faz em uma panela de ferro, com fogo de carvão ou lenha, no tradicional braseiro. A preparação do jopara começa ao nascer do sol. Ferve-se, também a mandioca que se converterá na mistura mais indicada para o jopara. Nessa época, a família toda se reunirá em torno da mesa, no almoço, para consumir o jopara e a fumegante mandioca, a modo de preparação para suportar este mês de carências.
Ha upe asaje pukukue javeve ndaje Karai Oktúbre oikundaha oparupiete ome'ẽvo po'a umi oñembosako'iva'ekuépe; ha oha'uvõ haguã umi oñembotavyva'ekuépe. Umi ndojapoiva'ekue mba'eve ha ndorokóiva hi'upyrã, imboriahu ha ohasa'asýta upe ary; ha katu umi oñembosako'iva'ekue ha ojapóva jopara, ohasaporãta upe ary; ndohasamo'ãi hikuái ñembyahýi ha oikóta vy'apavẽme.
E nessa hora, dizem, sairá o Senhor Outubro percorrendo todos os lugares para dar sorte aos que se prepararam. Aqueles que não fizeram nada e que não têm comida receberão a maldição de ter um ano de dificuldade; no entanto, aqueles que prepararam o jopara, não passarão fome e terão um ano de abundancia e a felicidade.
Ko'ãga rupi hetápe, oikóva tavaguasuháre, hasyvéma ojapo haguã upe jopara okaháre ojajapoháicha; upévare, upe árape, jahecháta mba'apoharakuérape osẽrõ imba'apohágui sapy'aitemi, ohekávo ñemuhaguasu térã tembi'u'aporenda, ha upépe ojeruréta hikuái pe jopara hetéva. Umírupi hetaiterei ojejapóta jopara ikatuhaĝuáicha ohupyty opavavépe. Upeichaite avei ojehúta umi ñane retãygua ambue tetãre oikóva rehe. Katuete niko ojapóta hikuái upe jopara, ohenonde'a haguã peteĩ ary neporã ha henyhẽva po'águi; térã katu, ojapóta hikuái upe tembi'u imandu'amívontejepe pe jepokuaa tujaitére, ombojeguáva ñane reko tee.

Não obstante a "modernidade" dificulta um pouco a elaboração do jopara, seguindo o ritual antes mencionado; é por isso que essa data, nos centros urbanos, onde as pessoas trabalham em escritórios e já não têm o tempo necessário para preparar o jopara, ocorrerá um fenômeno novo, mas interessante: ao meio-dia todos irão aos mercados municipais ou centros gastronômicos para solicitar seu prato de jopara. É assim que estes centros comerciais prepararam litros e litros de jopara para poder satisfazer a grande demanda que haverá no dia. Sem temor a erros, é certo, que os numerosos paraguaios disseminados por todo o mundo também prepararão o jopara, a fim de esperar um tempo novo, de abundancia ou mesmo que seja só para cumprir com uma das tradições imperecível do país, dando-lhe vigência… Não importa onde; o que demonstra que, levando em conta tudo, a tradição continua.
Opa ko'ã mba'e rire, hi'ãiteva'erã opavavépe ohupyty pe lókro, po'a reruha.
Depois de todo o exposto, desejo-lhes um cordial, bom apetite, na hora de servir-se seu grande prato de jopara.

30/09/2010

Ñehenõi- Convite


http://guaraniportugues.blogspot.com/
Dicionário Guarani | Português, Português | Guarani:
http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ESTRUTN1=&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=cecy+fernandes+de+assis&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&image2.x=22&image2.y=10




   

Susy Delgado ñe'ẽ poty ryru pyahu ojehechaukáta octubre 5, auditorio Ruy Díaz de Guzmán, Manzana de la Rivera-pe. 19:00 jave.
Fides Gauto ohesa'ỹijóta pe aranduka he'íva. Omoĩva kuatia ári Editorial Arandura. Ha ñe'ẽpapára ohendukáta ñe'ẽ poty mimi.  
 O Novo poemario de Susy Delgado será apresentado em 05 /10/2010, no auditorio Ruy Díaz de Guzmán, Manzana de la Riverape, às19 horas.
Fides Gauto apresentará o ato. O livro sai pela editora Arandura.
A autora fará um breve recital.

16/09/2010

Mandu’arã (purahéi)


http://guaraniportugues.blogspot.com/
Dicionário Guarani | Português, Português | Guarani:
http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ESTRUTN1=&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=cecy+fernandes+de+assis&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&image2.x=22&image2.y=10

Ta'anga - Imagem Jacek Yerka
http://www.youtube.com/watch?v=-ho0m71DJjw

Ñe'ẽpoty: Rudi Torga
Pumbasy: Carlos Noguera

Aimo'ãgui nde ra'e che mbyja ko'ẽ
aju péicha rohayhu ne kuñataĩ,
ha nde pópe, yvotýicha, che rekove amoĩ.

Upéinte iñipytũ sapy'a pe ára
ñane mborayhu jajái iñasãi hague,
ha che che ñe'ãme oguejy che mopirĩmbáva pyhare.

Mba'ére ojuavy / pe mborayhu rape, / ha opyta tyre'ỹ / oñoirũmi rãngue,
/ ko'ãga mombyry / oho vy'a pavẽ, / rasáva hesaite / ñanendive.

Rohecha jepi che képe pyharekue
ñambopotýrõ ojupe ñáne kunu'ũ,
ha che páype upéi ko'ýte rohechase añandu.

Ani haguã che rasẽ mba'e, ahai
kuatia morotĩme che remiandu,
topyta mandu'arã, tomosarambi mbarakapu.

Yvy (ñemby)tetã |América do Sul: Argentina

http://guaraniportugues.blogspot.com/
Dicionário Guarani | Português, Português | Guarani:
http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ESTRUTN1=&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=cecy+fernandes+de+assis&ORDEMN2=E&FILTRON1=X&image2.x=22&image2.y=10

Yvytetã - América do Sul



Tetã Argentina | República Argentina
Ñe'ẽrendota | Lema: Em união e liberdade.
Tetã purahéi | Hino Nacional Argentino:
Táva guasu | Capital: Buenos Aires (34°40′ S 58°24′ O)
Távayguakuéra | População: 40.518.951 (2010)[]
Tetãréra | Gentílico: Argentino(a)
Ñe'ẽ tetãkua | Idioma oficial: Epaña ñe'ẽ
Ysaja porokuáigua: Tavakuairetã itavayguarekuaiva | Forma de governo: República federal democrática.
Motenondeharã | Presidente: Cristina Fernández de Kirchner:
Motenondeharãvy | Vice-presidente: Julio Cobos
Sãso |Independência: Ára 9 jasypokõi rehegua, ary 1816
Ape tetãkui |Superfície: 2.780.400[6] km²
Mba'e yrehegua | Recursos hídricos: 1,1%
Tembe'y | Costas: 2.780.400 km2 km2
Tetã rembe'y | Fronteiras: 9.665 km
Yvypóra no'opavẽ | Densidade: 14,43 hab/km²
IDH ( Yvypóra ñemotenonde rechaukaha) | IDH (2007) 0,866[2] (49º) – Alto
Viru | Peso argentino
He'y aravorehegua | Fuso horario: UTC-3, verão: UTC-4
Internet mbohéra | Dominio Internet: .ar
Ñe'ẽha ñe'ẽpehẽtai mboyvegua | Prefixo telefónico: +54
Tetã irữ |Membro da: ONU, OEA, Mercosur
Tetã Argentina - Tetã oĩva Yvyamérika yvýpe. Ijykére oĩ Yvate gotyo Paraguái ha Volívia. Yvatekuarahyresẽ gotyo Brasil, Uruguái e Paraguasu Atlántiko. Kuarahyreike gotyo Chile. Ñemby gotyo Chile ha Paraguasu Atlántiko.
República da Argentina – Fica ao sul da América do Sul. Limita-se ao Norte com o Paraguai e Bolívia. Ao Leste com o Brasil, Uruguai e Oceano Atlântico. Ao Oeste com o Chile. Ao Sul com Chile e Oceano Atlântico.
Tetãmini | Províncias - Argentina tetã yvy oñemboja'o 23 Tetãmini (Provincia) ha peteĩ Táva Hekosãsóva, Buenos Aires.
A República da Argentina é dividida em 23 províncias e uma capital autônoma, Buenos Aires.
Argentina Tetãmininguéra | Províncias argentinas

Buenos Aires | La Plata
Catamarca | San Fernando del Valle de Catamarca
Chaco | Resistencia
Chubut | Rawson
Córdoba | Córdoba
Corrientes | Corrientes
Entre Ríos | Paraná
Formosa | Formosa
Jujuy | San Salvador de Jujuy
La Pampa | Santa Rosa
La Rioja | La Rioja
Mendoza | Mendoza
Misiones | Posadas
Neuquén | Neuquén
Río Negro | Viedma
Salta | Salta
San Juan | San Juan
San Luis | San Luis
Santa Cruz | Río Gallegos
Santa Fe | Santa Fe de la Vera Cruz
Santiago del Estero | Santiago del Estero
Tierra del Fuego, Antártida e Islas del Atlántico Sur | Ushuaia
Tucumán | San Miguel de Tucumán