28/02/10

Arte y bocabulario de la lengua guarani



http://guaraniportugues.blogspot.com/
Arte y bocabulario de la lengua guarani
Por Antonio Ruiz de Montoya
http://books.google.com/books?id=TeTs0bFG-fcC&dq=arte+y+bocabulario+de+la+lengua+guarani&hl=pt-BR&source=gbs_navlinks_s
Aparecera sempre no marcador: Montoya
http://guaraniportugues.blogspot.com/
Transliteração para o português: Cecy Fernandes de Assis


Capítulo 5
Conjugação dos verbos (páginas 44 a 46 )

Os verbos se dividem em ativos, passivos, neutros e absolutos. Todos eles têm suas negações e são conjugados com sete Notas (prefixos): três para o singular e quatro para o plural.
Singular: A, ere, o
Plural: oro (exclusiva), ja (inclusiva), ña (para nasal), pe, o.
Presente do indicativo, afirmativo e negativo
Ambo’e, rembo’e, ombo’e: Eu ensino, tu ensinas ele ensina.

Nambo’éi, nerembo’éi, nombo’éi: Eu não ensino, tu não ensinas, ele não ensina.

Orombo’e, ñambo’e, pembo’e, ombo’e: Nós ensinamos, nós ensinamos, vós ensinais, eles ensinam.
Norombo’éi, nañambo’éi, napembo’éi, nombo’éi: Nós não ensinamos, nós não ensinamos, vós não ensinais, eles não ensinam.
Futuro imperfeito: indica um futuro possível, pode ou não acontecer.

Ambo’éne rembo’éne, ombo’éne: Eu ensinarei, tu ensinarás, ele ensinará.

Nambo’éi chéne, nerembo’éi chéne, nombo’éi, chéne: Eu não ensinarei, tu não ensinarás, ele não ensinará.
Orombo’éne, ñambo’éne, pembo’éne, ombo’éne: Nós ensinamos, nós ensinamos, vós ensinais, eles ensinam
Norombo’éi chéne, narembo’éi chéne, napembo’éi chéne, nombo’éi chéne: Nós não ensinaremos, Nós não ensinaremos, vós não ensinareis, eles não ensinarão.

* Para saber mais sobre o pretérito perfeito, pretérito mais que perfeito, futuro perfeito, ver notas sobre a conjugação verbal.
Imperativo

Embo’e, terembo’e: Ensinas.
Embo’e’ỹme, ani mbo’e: Não ensines.
Tombo’e: Ensine.

Tombo’e’ỹme, ani tombo’e: Não ensine.
Pembo’e, tapembo’e: Ensinai.
Pembo’e’ỹme, tapembo’e’ỹme, ani pembo’e, ani tapembo’e: Não ensineis.

Tombo’e: Ensinem.

Tombo’e’ỹme, ani tombo’e: Não ensinem.

Optativo: É o modo verbal que traduz desejo. Em português, o subjuntivo em orações independentes (Oxalá faça bom tempo!) e em orações subordinadas que dependem de verbos que revelam desejo (Espero que sejas feliz).

Ambo’e tamõ (ambo’e tamo ra’e): se ou que eu ensine, se eu ensinasse, se eu ensinara, se eu tivesse ensinado.

Nambo’éi cetamõ (nambo’éi tamo ra’e), ambo’e’ỹ tamo: se ou que eu não ensine, se eu não ensinasse, se eu não ensinara, se eu não tivesse ensinado.
* para saber mais veja adiante notas sobre o optativo.
Subjuntivo
Ambo’e ramo: Como eu ensine ensinando eu, ensinara, ensinasse.

Ambo’e’ỹ ramo, nambo’éi ramo: Como eu não ensine, ensinando eu, não ensinando eu, se eu não ensinara, se eu não ensinasse.

* para saber mais veja adiante notas sobre o subjuntivo.

Modo Permissivo

Tambo’e: Ensine eu, seja-me lícito ensinar, quero, deixe-me, dê-me licença para ensinar, ensinarei.

Terembo’e: Ensines.
Tombo’e: Ensine
Torombo’e, tiñambo’e, chambo’e: Ensinemos.

Tapembo’e: Ensinais.

Tombo’e: Ensinem.

Tambo’e eme: não ensine eu, não seja-me lícito ensinar, não quero, não deixe-me, não dê-me licença para ensinar, não ensinarei.

Terembo’e eme: Não ensines.

Tombo’e eme: Não ensine.

Torombo’e, tiñambo’e, chambo’e eme: Não ensinemos.

Tapembo’e eme: Não ensinais.

Tombo’e eme: Não ensinem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguyjevete ne ñe'ë. Obrigada pelo teu comentário.