17/05/10

Kavure’i - Caburé - Narração Caiouá

http://guaraniportugues.blogspot.com/
Dicionário Guarani / Português, Português / Guarani.

Narração Caiouá
Caiouá / Kayowá - subgrupo dos guaranis, que habita o Sul de Mato Grosso do Sul, junto ao limite com o Paraguai (Áreas Indígenas Taquaperi, Panambi, Panambizinho, Pirakuá, Rancho Jacaré, Sassoró, Sete Cerros, Sucuriy, Takuaraty/Yvykuarusu, Guasuti, Jaguapiré, Jaguari, Jarara, Aldeia Campestre, Aldeia Limão Verde, Amambai, Buritizinho, Caarapó, Dourados, Guaimbé e Terras Indígenas Cerro Marangatu e Lima Campos).

Kavure’i ningo peteĩ guyra. Ha’e ningo oguereko ojehe hetépe peteĩ mba’e kuaa oheñói haguã guyra’i. O caburezinho é uma ave. Ele tem algo no seu corpo para chamar os passarinhos para si.
Kavure’i hembi’u katu ambue guyra’i ro’o. Caburé come a carne de outros passarinhos.
Ha’e ningo ovare’a ramo, oho yvate yvyra ru’ã rakã rehe. Upépe, ha’eñoete oturuñe’ẽ. Sapy’aite ha’e omboatýma ojehe heta guyra. O caburezinho quando está com fome, vai para o alto da copa de árvore. Ali, sozinho, assovia. bem rápido ele reúne para si muitos pássaros.
Ha upéicha guyra apytépe oĩ va’erã peteĩ guyra ha’e hembi’urã voi. Ko guyra ha’e oipyhy va’erã ha ogueraha ho’u haguã. E assim, entre aqueles passarinhos haverá um que ele deverá comer. Esse pássaro ele agarrará e levará para se alimentar.
Kavure’i ningo oguereko mokõi ipepoguy mberu. Ha mberu jaipyhy va’erã ha’e omano mboyve. Omano rirema, jaheka ramo mo’ãi nderetopaveíma. O caburezinho tem duas moscas embaixo de suas asas. E devemos pegar essas moscas antes dele morrer. Se procurarmos depois, já não as encontraremos.
Upéagui kavure’i jajapi ramo vodokepe, pya’e voi, jaheka va’erã imberukue reiporusetáramo. Por isso quando acertarmos o caburezinho com bodoque, rapidamente, devemos procurar as moscas se quisermos usá-las.
Ha oĩ máva katu oipe’a imberukue ha ñakarangue ha upéicha oiporu ha oipyhy haguãma ka’avo kuña rehe. Umi tujáma voi ojapo upéicha oiporu haguã kuña kuéra ndive. E tem aqueles que tiram as moscas e também a cabeça para usar e atrair mulheres. Alguns velhos fazem isso para usar com as mulheres
Ha upeágui yma rupi oiporu kavure’i ka’avojarã. Ko mberu iporã avei ka’avojarã. Ha’e avei oipyhy kuñape. Ndaha’ei kuñape, ko mberu ombopaje entero mba’epe voi. Ombopaje mitã kuérape, kuña kuérape ha umi kuimba’épe avei. Por isso antigamente usavam o caburezinho para fazer encanto. Esta mosca é boa também para ficar atraente. Ela também atrai mulheres. Não só mulheres, a mosca enfeitiça a todos. Enfeitiça homens, mulheres e moços, também.
Ha upéagui, yma, mitã noipohãnói kavure’ípe. Mitã kuimba’e oipohãno ramo, omenda rire ndoiko porãi haguã hembireko ndive. Ha mitãkuña katu ndoiko porãi ména ndive. Por isso, antigamente, não se usava o caburezinho como remédio para crianças. Se os meninos fossem curados com caburezinho, quando se casavam, não seriam bons maridos para suas esposas. E as meninas, também, não seriam boas esposas.

Ñemohenda mba’ekuaa mba’e - Classificação científica
Teko mymba - Reino: Animalia
Filo: Chordata
Ichagua - Classe: Guyra/Aves
Ñemohenda - Ordem: Strigiformes
Ñemoñare - Família: Strigidae
Ñemoñare kuéra - Gênero: Glaucidium
Joguaha - Espécie: G. brasilianum



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguyjevete ne ñe'ë. Obrigada pelo teu comentário.