11/02/2010

Kachíke - Piada


http://guaraniportugues.blogspot.com/http://guaraniportugues.blogspot.com/Kachíke Emperador

(Kachíke é uma figura indígena, caricata, muito difundida no Paraguai, Semelhante ao nosso caipira. Quando vai á cidade tira suas próprias e hilárias conclusões. Poderia ser nosso engraçado Minerim.)
Kachíke niko oho Buenos Airespe omba’apóvo. Ohasa umi ára ha’e ohaí jepi ipehẽnguekuérape.

Peteĩ ára og̃uahẽ isýpe peteĩ kuatiañe’ẽ ha ipype Kachíke omombe’u isymíme oikohague chugui Emperador Buenos Airespe.

Tuicha vy’ángo oiko hógape. Sapy’aite guarã oparupietéma ojekuaa upe mba’e guasuete.

Are rire, peteĩ ko’ẽme, Kachíke og̃uahẽsapy’a hógape. Osẽngo opavavéva ohuvatĩ ichupe. Ovy’ajoaiténgo umi ipehẽnguekuéra.

Ohecharamóvo ichupe umi ipehẽngukuéra ha opavave iñirũ ojapo hikuái ichupe opaichagua vy’aguasu: purahéi, jeroky, káso hamba’e. Péicha avei oiko karu guasu ha oñemboy’u guari tuichaháicha.

Peichahápengo peteĩva oporandu ichupe:

- Mba’eichakuépiko oikókuri ndehegui Emperador.

Ha Kachíke ombohovái:

- Peteĩ ára niko ajuhu che mba’apo pyahurã ha upépe aikévo niko che patrón pyahu he’i chéve:

- Ndehegui oikóta emperador ko ára guive. Péichante.

Oñe’ẽ jevy peteĩ hapicha he’i ichupe:

-Ajépa ndepo’áite. Ha’e... oiko rire ndehegui Emperador piko mba’e rejapo.

Kachíke he’i ichupekuéra:

- Che ambohyru péra, ko’ẽ guive pyhare peve.


Kachíke foi a Buenos Aires para trabalhar. Depois de passado um tempo ele escreveu para seus familiares.
Um dia chegou para sua mãe uma carta e nela Kachíke contava para sua mãe que era e(i)mperador em Buenos Aires,

Foi grande a alegria na casa. Imediatamente já divulgaram para todos a grande notícia.

Passado um tempo, uma manhã, Kachíke chegou a sua casa. Todos saíram para encontrá-lo. Alegraram-se juntos todos os seus familiares.

Ao vê-lo, sua família e todos seus amigos, organizaram uma grande festa com canto, dança, causos e tudo mais. Também um banquete com muita pinga para beber.

E então, um perguntou-lhe.

- Como aconteceu de você virar e(i)mperador?

E Kachíke respondeu:

- Um dia cheguei ao meu novo trabalho e estava lá meu novo chefe e ele disse-me:

- Daqui em diante tu serás e(i)mperador. Exatamente assim.

Falou, outra vez, um amigo e disse-lhe:

- Na verdade tens muita sorte. Depois que ele fez-lhe e(i)mperador, no que trabalhas?

Kachíke disse-lhes:

- Eu acondiciono peras, desde manhã até a noite.

Ñati’ũ - Susy Delgado


http://guaraniportugues.blogspot.com/Ñati’ũ

Susy Delgado
Tradução: Cecy Fernandes de Assis.


Ha añe’ẽtarõ peẽme ko árape che retãre,
añe’ẽta peteĩ ñati’ũre,
peteĩ ñati’ũmi
ipu’akapáva hína
ipaha ñangarekorãre,
ipaha ára pytu oĩmívarehe,
opytáva ko yvy tujápe
okuera’ỹhápe akãnundu tuja.

Mosquito
Se tivesse que falar-lhes hoje de meu país,
Falaria de um pequeno mosquito,
Um mosquitinho
Que por fim está vencendoAs últimas defesas,

Os últimos sopros de ar que há

E permanecem nesta velha terra,

De antigas e incuráveis febres,

08/02/2010

Mburica'o Link para a música

Mburika'o
É um pequeno riacho que corta Assunção, Paraguay e desemboca no Rio Paraguay.
Se o povo desejar pode voltar a ter as águas cristalinas e limpas.
http://guaraniportugues.blogspot.com/
http://www.youtube.com/watch?v=r3Iofwswze8&feature=relatedfeature=related

(3) Arte y bocabulario de la lengua guarani


Arte y bocabulario de la lengua guarani
(3) Arte y bocabulario de la lengua guaranCapítulo 3: Nomes comparativos, superlativos, diminutivo, numeral, ordinal, distributivo e partitivo. (páginas 27 a 30)
Por Antonio Ruiz de Montoya
http://books.google.com/books?id=TeTs0bFG-fcC&dq=arte+y+bocabulario+de+la+lengua+guarani&hl=pt-BR&source=gbs_navlinks_s
Aparecera sempre no marcador: Montoya.
http://guaraniportugues.blogspot.com/
Transliteração para o português: Cecy Fernandes de Assis

Comparativo

De três maneiras se faz a comparação.
A primeira acrescentando ao nome ou verbo está partícula: ve, que significa mais e a posposição -gui.
Che angatuve ndehegui: Sou melhor que tu.
A segunda maneira, deixar o verbo ou nome sem a partícula ve e o complemento com -gui.
Aikuaa ndehegui: Sei mais que tu. (atenção: na frase há ambiguidade, pois também quer dizer, sei de ti, ou, eu sei, mas tu não sabes.). O antecedente e o consequente se deduzem
Akaaru ndehegui: Como contigo.
A terceira maneira é acrescentando a palavra katu imediatamente após o agente, mesmo que ocorra ambiguidade.
Che katu aikuaa ndehegui: Eu sei mais que tu.

Superlativo
O superlativo se faz com alguns destes advérbios: ete, ite, etei, tekatu, matete, marangatuete, ñande e tei.
Che marangatu ete: Sou muito bom.
Che angaipa matete: Sou grande pecador.
E se nestes advérbios se acrescentar a posposição -gui, temos um comparativo.
Che marangatu ete ndehegui. Sou muito melhor que tu.
Estes advérbios podem ser pospostos ou antepostos aos nomes.
Etei che marangatu, che marangatu etei ndehegui: Sou melhor que tu.
Outra maneira de fazer o superlativo é repetir o nome ou o verbo.
Ikatupyrypyry: Muito bom.
Ava avanũgui. Muitos homens são.
A terceira maneira é prolongar a última sílaba, quanto mais se prolonga, mais se aumenta o superlativo.
Mombyry: Longe; mombyryyyyyy: Mais longe.

Diminutivo
O diminutivo se faz adicionando -i ou (com nasal) no final das palavras.
Mitã, mitaĩ; ava, Avaí. Menino, menininho; homem, homenzinho.

Numeral
Os numerais não são mais que quatro e seus correspondentes.
Peteĩ, nepeteĩ, moñepeteĩ: Um.
Mokõi: Dois.
Mbohapy: três.
Yrundy: Quatro
Yrundy ha’e nirũi: Cinco
Popeteĩ: Uma mão que são cinco.
Pomokõi: Duas mãos que são dez.
Po ha py avei: Mãos e pés fazem vinte.
Heta: Muitos
Ndipapahavei, ojepapakatu’ỹva: Inumeráveis.
Hetai: Mais ou menos muitos.Heta ete, heta itei, heta matete: Muitos, grande quantidade.
Heta jevy; Muitas vezes.
Heta michĩ: Medianamente muitos.
Hetave: Muito mais.
Michĩve; Pouco mais.
Michĩñonte: Só mais um pouco.
Opakatui: Todos
Ojepe: Todos juntos, de uma só espécie.
Mbovy: Alguma, algumas vezes, se entende até quatro ou cinco vezes.
Mbovynte: Uns poucos ou somente algumas vezes.
Mbovyrĩ, mokõinte: Algumas vezes. (Atenção: se fizer a pergunta: Mbovypa reipota nde; eles responderão: Ani, que quer dizer não. Significa que não é mais que uma vez ou um. Mas entre os espertos ou suspeitos é preciso averiguar bem a resposta, porque sendo três dizem ani (não) para não exagerar na confissão dos pecados ou coisa que lhes cause vergonha. Se respondem ta (sim) é sinal que pode ser cinco ou até seis transgressões).

Ordinal
Faz-se antepondo aos numerais o relativo y (ha) seguido da partícula mõ.
Ymõmokõi: O segundo.
Ymõmbohapy: O terceiro.
Ymõyrundy: O quarto.
Yypy: O primeiro.
Também se faz tirando o mõ e pospondo ao numeral a palavra mba’e.
Ymokõi mba’e: O segundo.
Ymbohapy mba’e: O terceiro.
Yyrundy mba’e: O quarto.
Também se faz os ordinais com ymõ + numeral + a palavra háva.
Ymõmokõi háva. O segundo.
Os dois primeiros exemplos são os melhores, sem háva.

Distributivo (Numerais distributivos são os numerais que indicam grupos. De um em um, de dois em dois, etc).
Faz-se repetindo as duas últimas sílabas da palavra.
Peteĩteĩ: De um em um.
Mokõikõ: de dois em dois.
Mbohapyhapy: De três em três.
Yrundyrundy: De quatro em quatro.
Também se faz os distributivos com a partícula sy, repetindo ou não a sílaba final.
Peteĩteĩsy, peteĩ sy: De um em um.
Mokõikõ sy, mokõi sy: de dois em dois.
Mbohapyhapy sy, mbohapy sy: De três em três.
Yrundyrundy sy, yrundy sy: De quatro em quatro.
Peteĩ sy ame’ẽ: Dei a cada um, um.
Mbohapy sy: Pessoa (Santíssima Trindade?)
Mbohapy sy Tupã eteramo ñanga: Cada uma das três pessoas é o verdadeiro Deus.

Partitivo (Os numerais partitivos são aqueles que passam idéia de partir, não deve se confundir com fracionários).
Os partitivos se realizam acrescentando a posposição -gui ao numeral.
Ore peteĩgui: Um de nos dois.
Outra forma é suprimindo a posposição -gui e colocando em seu lugar a palavra amõ.
Ore mokõi amõ: Dois de nós.
Peẽ amõ peteĩ: Um de vós