19/06/12

I - Ñe'ẽjoapy herakuãva latĩñe'ẽme / Frases famosas em latim.

http://guaraniportugues.blogspot.com/ 
 Dicionário Guarani / Português, Português / Guarani. 
Cecy Fernandes de ASSIS
I - Ñe'ẽjoapy herakuãvalatĩñe'ẽme / Frases famosas em latim.


Aristolochia gigantea. Papo-de-peru.

   “Ajepy'amongeta, upéi aime. Cogito, ergo sum. penso, logo existo.” René Descartes,1596-1650
   “Ajuhúma! Eureka! Achei!”Arquimedes de Siracusa, 287-212 aC.
   “Aníkena nde, ambue mba'étei, ikatúrõ nde nde jaratee. Alterius non sit qui suus esse potest. Quem pode ser aquele que que é, não deve seguir os outros.” Paracelso, 1493-1541.
   “Ápe che pytagua, avave nachekumbýi haguére. Barbarus hic ergo sum, quia non ingellegor ulli. Aqui sou um estranho, porque ninguém me entende.” Ovídio Publius,43 aC - 17 dC.
   “Arandúre mborayhu avavépe nombopirapire hetái. Amor ingenii neminem non quam divitem fecit. O amor ao saber jamais enriqueceu ninguém.” Petrônio Satiricón (?).
    “Kirirĩ ojogua peteĩ ñemombe’uhára.” “O silêncio parece uma confissão.” “Silentium vidétur confesio”. Sêneca o Velho, 54 a.C.- 39
   “Maitei César, omanótava nemomaitei. AveCaesar, morituri te salutant. Salve César, saúdam-te aqueles que morrerão. Suetônio, 69-126.
   “Mokõivéva Arkadegua. Arcades ambo. Tal um, tal outro (ambos são Árcades).” Virgílio Públio, 70-19 aC.
   “Nemandu'áke umi rejehecha vai hápe, nde akãguapy va'erãha.  “Aequam memento rebus in arduis servae mentem. Lembra-te de conservar ânimo sereno nas adversidades”. Quinto Horácio, 65-8 aC.
   “Ojoayhúva rekovai tomboikove mborayhu. Amantium irae amoris integratio est. A ira de namorados são amores renovados”. Terêncio Públio 190-159 aC.
   “Opáichavo, oku'e, Eppur, si muove, Move-se, por si mesma.” Galileu Galilei 1564-1642.
   “Peme'ẽ chéve jatykorã, ha amongu'éta arapy. Da ubi consistam, et terram caelumque movebo. Dá-me um ponto de apoio e moverei o mundo”. Arquimedes de Siracusa 287-212 aC.
   “Reraha reína Césarpe ha César mba'erepy. Caesarem vehis Caesarisque fortunam. Tu levas César e a sua fortuna (de César)”. Júlio César, 101-44 aC.
   “Teko porã ipuku, tekove imbyky. Ars longa, vita brevis. A arte é longa, a vida é breve." Horácio, 65 - 8 a.C.
   Tuicha ñe'ẽ porã vore ha'e hína japu kuaa. Bona pars bene dicendi est acite mentiri. Grande parte da arte de bem falar está em mentir bem”. Erasmo de Rotterdam 1469-1536. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguyjevete ne ñe'ë. Obrigada pelo teu comentário.